Retorno presencial começa apenas em alguns polos, a partir do dia 13 de outubro


flautaA música segue unindo as crianças, adolescentes e jovens do Projeto Guri – maior programa sociocultural brasileiro, mantido pela Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo. As equipes se preparam para o retorno presencial que ocorrerá de forma gradual, a partir do dia 13 de outubro, respeitando as orientações do Plano de Retomada Consciente do Governo do Estado de São Paulo – Plano SP – https://www.saopaulo.sp.gov.br/planosp/ e as realidades locais. Todas as famílias são avisadas com antecedência no caso do retorno presencial, via WhatsApp, site institucional, redes sociais – e telefonema, quando necessário.

No primeiro momento, reabrirão os polos Ibirarema (13/10), Santa Cruz do Rio Pardo (13/10), Registro (14/10), Bariri (20/10), Macatuba (19/10), Regional São Carlos (13/10) e Regional Itapeva (19/10), conforme o aval das respectivas gestões municipais. A abertura do espaço está condicionada à autorização da parceria (responsável pelo espaço). De qualquer modo, o processo presencial, quando houver, será realizado dentro dos padrões de saúde e segurança para todos. Um boletim com o status de abertura dos polos será divulgado semanalmente.

Caso a família tenham posicionamento contrário ao retorno presencial neste momento, a criança/jovem poderá permanecer em casa e se beneficiar com as atividades musicais a distância, sem nenhum prejuízo em relação às faltas.

O retorno ao polo será gradativo, com poucos alunos, e contará com 5 fases progressivas, buscando seguir as orientações do Plano de Retomada Consciente do Governo do Estado de São Paulo – Plano SP – https://www.saopaulo.sp.gov.br/planosp/, além das diretrizes da OMS e da Secretaria de Saúde. Por orientação da Secretaria de Cultura e Economia Criativa – SECEC, nosso cronograma de retorno acompanhará o da Secretaria de Estado da Educação, levando em conta, ainda, as legislações específicas de cada município envolvido.

Os alunos rematriculados para o segundo semestre continuam recebendo as atividades por meio do WhatsApp das famílias. Enquanto isso, o processo de matrícula para novos integrantes segue a todo vapor – alguns polos ainda têm vagas e a inscrição de interesse segue até o dia 16 de outubro.

Matrículas
A manifestação de interesse para novos alunos e alunas do Projeto Guri segue até o dia 16 de outubro, de maneira online, para os polos de ensino que ainda têm vagas no interior e litoral de São Paulo http://www.projetoguri.org.br/matricula2020/ . Opções para crianças, adolescentes e jovens de 6 a 18 anos incompletos (o sistema carregará os polos com cursos disponíveis para a idade informada, respeitando a faixa etária de ingresso em cada turma).

O formulário é bem simples e poderá ser preenchido a partir de qualquer plataforma (celular IOS, celular Android, tablet, computador, etc). Para ingressar no Projeto Guri basta ter entre 6 e 18 anos incompletos e estar regularmente matriculado na escola. Não é preciso ter conhecimento prévio de música, nem possuir instrumentos ou realizar testes seletivos

Para saber se ainda há vaga em sua cidade, e se a unidade mais próxima estará aberta, sugerimos que entre em contato direto com o polo por e-mail ou telefone (informações http://www.projetoguri.org.br/polos-guri . Para consultar detalhes sobre o processo de matrículas entre no link: http://www.projetoguri.org.br/acontece/projeto-guri-prorroga-temporada-de-matriculas-para-os-polos-que-ainda-tem-vagas/

Retomada das atividades presenciais
Em meio a pandemia, os diferentes núcleos da instituição se uniram, debateram estratégias e estão colocando em prática um protocolo com medidas de acolhimento, higiene, saúde e segurança.

Entre as ações estão, por exemplo, medição de temperatura e orientação a procura de serviço médico, caso necessário; fixação de cartazes sobre higiene, segurança, uso de máscara e distanciamento; reposicionamento do mobiliário e marcação do mesmo visando o distanciamento seguro; reforço com a parceria para a higienização do espaço; formação de grupos reduzidos nas aulas conforme o curso; instrução sobre o consumo de alimento no polo; protocolo específico para higienização dos instrumentos musicais; treinamento das equipes de polo;  e ações de acolhimento sobre o momento em que estamos vivendo.

Todos os detalhes sobre a nova jornada estão descritos no Protocolo de Retorno das Atividades Presenciais, um documento que foi construído por diferentes núcleos da Sustenidos Organização Social de Cultura, instituição gestora dos polos do Projeto Guri no interior, litoral e Fundação CASA.

Patrocinadores e apoiadores do Projeto Guri – Sustenidos: CTG Brasil; Visa; CCR AutoBAn; Instituto CCR; Bayer; WestRock; Microsoft; Supermercados Tauste; banco BV; Novelis; Arteris; EMS; Capuani do Brasil; Faber-Castell; Pinheiro Neto; Santander; VALGROUP; Raízen; BTP; Distribuidora Ikeda; Grupo Maringá; Instituto 3M; Supermercados Rondon; Frigol; Mercedes-Benz; Castelo Alimentos; Enel; GRUPO GR; Cipatex; Grupo Herval, Pirelli.

Patrocinador Sustenidos: CTG Brasil; Visa; SulAmérica e Microsoft.

Sobre o Projeto Guri: mantido pela Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo, o Projeto Guri é o maior programa sociocultural brasileiro e oferece, nos períodos de contraturno escolar, cursos de iniciação musical, luteria, canto coral, tecnologia em música, instrumentos de cordas dedilhadas, cordas friccionadas, sopros, teclados e percussão, para crianças e adolescentes entre 6 e 18 anos (até 21 anos nos Grupos de Referência e na Fundação CASA). Cerca de 50 mil alunos são atendidos por ano, em quase 400 polos de ensino, distribuídos por todo o estado de São Paulo. Os mais de 330 polos localizados no interior e litoral, incluindo os polos da Fundação CASA, são administrados pela Sustenidos, enquanto o controle dos polos da capital paulista e Grande São Paulo fica por conta de outra organização social. A gestão compartilhada do Projeto Guri atende a uma resolução da Secretaria que regulamenta parcerias entre o governo e pessoas jurídicas de direito privado para ações na área cultural. Desde seu início, em 1995, o Projeto já atendeu mais de 810 mil jovens na Grande São Paulo, interior e litoral.

Sobre a Sustenidos: Eleita a Melhor ONG de Cultura de 2018, a Sustenidos é a organização gestora do Festival Ethno Brazil, Som Na Estrada, Festival Imagine Brazil, MOVE (Musicians and Organizers Volunteer Exchange) e Projeto Guri. Desde 2004, é responsável pela gestão do programa de ensino musical no litoral e no interior do estado de São Paulo, incluindo os polos da Fundação CASA. Além do Governo de São Paulo, a Sustenidos conta com o apoio de prefeituras, organizações sociais, empresas e pessoas físicas. Instituições interessadas em investir na Sustenidos, contribuindo para o desenvolvimento integral de crianças e adolescentes, têm incentivo fiscal da Lei Rouanet e do Fundo Municipal da Criança e do Adolescente (FUMCAD). Pessoas físicas também podem ajudar. Saiba como contribuir: http://www.sustenidos.org.br/pessoa-fisica/

Postagens relacionadas


Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/guri/public_html/novosite/wp-content/themes/projetoguri/content-single.php on line 51