Guri Convida promove encontro de Marcelo Jardim e Grupo de Referência de Itaberá


Marcelo Jardim - home

Apresentação faz parte de programa de 11 concertos que serão realizados com diversos músicos convidados pelo Projeto Guri

Promover a convivência entre músicos consagrados e jovens aprendizes. Esse é o objetivo do Guri Convida, um conjunto de concertos que reúne 11 artistas convidados e deve se estender até dezembro. No dia 15 de setembro, o Projeto Guri – maior programa sociocultural brasileiro, mantido pela Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo – recebe o maestro Marcelo Jardim para conduzir o concerto do Grupo de Referência (GR) de Itaberá – Banda Sinfônica. O evento, gratuito e aberto ao público, será às 19h, no Auditório da Câmara Municipal de Itaberá.

Especialmente para essa apresentação, o regente, que é professor de Regência de Banda e Prática de Orquestra da Escola de Música da UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro), elaborou um programa que contempla a música brasileira, valorizando ritmos e sonoridades, além de buscar uma interação com a banda. “Escolhemos um repertório de músicas ricas, que fará com que os alunos se desenvolvam em alto nível, principalmente nos processos de comunicação não verbal, fundamentais para a formação técnica de um regente”, explicou Marcelo Jardim.

O professor ressaltou que se sentiu honrado por ter recebido o convite de um dos mais importantes projetos de inclusão musical do país e que será uma oportunidade para transmitir, aos alunos e professores, mecanismos que eles possam utilizar diariamente em suas atividades.

Para o programa Guri Convida, foram selecionados não apenas artistas com carreiras consolidadas nacional e internacionalmente, mas que que também fossem difusores de conhecimento, o que deve agregar muito a esses jovens músicos em formação. Por isso, além dos concertos, cada convidado também fará uma master class de oito horas com educadores da região, oferecendo a oportunidade de expandir as referências técnicas e estéticas. “Durante as aulas, os alunos poderão aprender as diferentes maneiras de compreender a banda, entender como o educador musical desenvolve sua capacidade, além de técnicas de interatividade com os músicos ”, afirmou Marcelo Jardim.

Confira abaixo o repertório da apresentação:

1 – PASTIME WITH GOOD COMPANY
Composição: Rei Henrique VIII

2 – NOVENA
Composição: James Swearingen

3 – CANTAR PARA VIVER
Composição: Heitor Villa-Lobos

4 – AS SUMMER WAS JUST BEGINNING
Composição: Larry Dahen

5 – SUÍTE DAS LENDAS AMAZÔNICAS (I. MATINTA
Composição: Hudson Nogueira

6 – CARIOQUINHA
Composição: Hudson Nogueira

7 – CARINHOSO
Composição: Pixinguinha

8 – A FLORESTA DO AMAZONAS
Composição: Heitor Villa-Lobos

9 – BEBÊ
Composição: Hermeto Paschoal

10 – MOURÃO
Composição: César Guerra-Peixe

Todos os 12 Grupos de Referência (GR) serão contemplados com convidados especiais. Os GRs são compostos por orquestras, cameratas e bandas, espalhados por diversas cidades e formados por jovens guris – de 12 a 21 anos – em estágio mais avançado de aprendizado. Para esse projeto, os próximos musicistas convidados são: Léa Freire (flautista e compositora), Tião Carvalho (cantor e dançarino), Gabriel Levy (acordeonista, compositor e educador), Carlinhos Antunes (multi-instrumentista e compositor), Sidney Molina (violonista e educador), Luiz Guello (percussionista) e Letieres Leite (saxofonista, flautista e compositor).

Serviço: Guri Convida com Marcelo Jardim
Quando:
 15/09 – sexta-feira
Horário: às 19h
Local: Auditório da Câmara Municipal de Itaberá
Endereço: R. Josefina Silva de Mello, 550, Itaberá/SP
Entrada: Gratuita
Evento aberto ao público

Perfil do convidado

É professor de Regência de Banda e Prática de Orquestra da Escola de Música da UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro), na qual ocupa também o cargo de diretor artístico e diretor musical da Orquestra de Sopros da UFRJ. Concluiu o bacharelado e o mestrado em Regência pela UFRJ e o doutorado em Práticas Interpretativas pela Unirio, com a tese “A Banda do Villa: a Obra para Banda de Heitor Villa-Lobos”. Foi o responsável pela criação e organização do curso de regência de banda no Instituto Estadual Carlos Gomes, em Belém/PA e por meio da colaboração acadêmica, atua na direção artística do Festival Música das Américas e do Festival Internacional de Música do Pará. É consultor artístico e coordenador pedagógico dos Painéis Funarte de Bandas de Música, tendo sido responsável pelo Projeto de Edições de Partituras para Banda, da mesma instituição. É membro do conselho diretor da WASBE (World Association of Symphonic Bands and Ensembles). Mantém uma agenda como professor convidado em festivais e seminários no Brasil, América Latina, Europa e Estados Unidos, além de atuar como regente convidado em orquestras sinfônicas e bandas sinfônicas. Atua sistematicamente no estímulo para a produção de novas obras e arranjos para bandas sinfônicas e orquestras de sopros.

Grupo de Referência de Itaberá – Banda Sinfônica
A Banda Sinfônica de Itaberá é formada por instrumentos de sopro e percussão e se destaca na região de Itapeva, apresentando um repertório que transita entre o universo erudito e o popular. Em 2012, apresentou-se na Bienal do Livro em SP. No mesmo ano, sob a regência do Maestro Ricardo Cardim, executou um repertório de trilhas sonoras de filmes. Em 2013, ao lado da The Rodney Mack Philadelphia Big Brass (EUA), apresentou-se no Auditório Ibirapuera, sob a regência da maestrina Emily Treiner chefe do departamento de bandas da Universidade de Temple (EUA). Atuou ainda, em 2013, sob a regência do Maestro Adalto Soares e, em 2014, com o Maestro Edivado Chiquini. Em 2015, tocou no 10º Festival de Inverno de Boituva – SP e, em maio de 2016, no 8º Seminário da Amigos do Guri na cidade de Santos – SP.

 

Guri Convida - atualizado em 6 de setembro

 

Grupo de Referência de Itaberá – Banda Sinfônica tem o patrocínio da empresa Catho.

Parceiro local: Prefeitura Municipal de Itaberá.

Projeto Guri www.projetoguri.org.br

Patrocinadores e apoiadores do Projeto Guri – Amigos do Guri: Instituto CCR por meio da CCR AutoBAn e CCR SPVias, SABESP, SKY, CTG, EMS, Microsoft, Usina Colorado, Caterpillar, Supermercados Tauste, Capuani, Grupo BB e Mapfre, Pinheiro Neto,  WestRock, VALGROUP, Banco Votorantim, Mercedes Benz, Catho, Hasbro, Cipatex, PPE Fios, Grupo Maringá, Raízen, Castelo Alimentos, Arteris e Cremer.

Sobre o Projeto Guri
Mantido pela Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, o Projeto Guri é considerado o maior programa sociocultural brasileiro e oferece, nos períodos de contraturno escolar, cursos de iniciação musical, luteria, canto coral, tecnologia em música, instrumentos de cordas dedilhadas, cordas friccionadas, sopros, teclados e percussão, para crianças e adolescentes entre 6 e 18 anos. Mais de 49 mil alunos são atendidos por ano, em quase 400 polos de ensino, distribuídos por todo o estado de São Paulo. Os mais de 330 polos localizados no interior e litoral, incluindo os polos da Fundação CASA, são administrados pela Amigos do Guri, enquanto o controle dos polos da capital paulista e Grande São Paulo fica por conta de outra organização social. A gestão compartilhada do Projeto Guri atende a uma resolução da Secretaria que regulamenta parcerias entre o governo e pessoas jurídicas de direito privado para ações na área cultural. Desde seu início, em 1995, o Projeto já atendeu cerca de 650 mil jovens na Grande São Paulo, interior e litoral.

Sobre a Amigos do Guri
A Amigos do Guri é uma organização social de cultura que administra o Projeto Guri. Desde 2004, é responsável pela gestão do programa no litoral e no interior do estado de São Paulo, incluindo os polos da Fundação CASA. Além do Governo de São Paulo – idealizador do projeto –, a Amigos do Guri conta com o apoio de prefeituras, organizações sociais, empresas e pessoas físicas. Instituições interessadas em investir na Amigos do Guri, contribuindo para o desenvolvimento integral de crianças e adolescentes, têm incentivo fiscal da Lei Rouanet e do Fundo Municipal da Criança e do Adolescente (FUMCAD). Pessoas físicas também podem ajudar. Saiba como contribuir: www.projetoguri.org.br/faca-sua-doacao.