Alunos do Projeto Guri viajam para cidades vizinhas e tocam para novas plateias


CRAAS-atibia-2016

Alunos de violão do Polo Atibaia

O Guri Visita, novo plano de ação do Projeto Guri – maior programa sociocultural brasileiro, mantido pela Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo – expande as fronteiras dos polos de ensino. Realizado em parceria com as prefeituras locais, o plano é levar música para as cidades que ainda não são contempladas com o projeto musical. As apresentações serão no mês de outubro, sempre às 15h, em três municípios: dia 2, em Morungaba; dia 3, em Nazaré Paulista; e dia 6, em Jarinu. 

Cerca de 300 crianças e jovens da rede pública de ensino se beneficiarão com a visita, que será gratuita e aberta ao público em geral.  “Nosso objetivo é despertar o gosto pela música”, explica Helen Valadares, gerente de Projetos Especiais do Projeto Guri. “E também sensibilizar o município quanto à importância do desenvolvimento de programas socioculturais para nossos jovens”, completa a gestora.

A ação reforça a missão do Guri: promover, com excelência, a educação musical e a prática coletiva da música, tendo em vista o desenvolvimento humano de gerações em formação.

Itinerante, o Guri Visita é um projeto piloto para o Guri na Estrada, em planejamento  para 2018.

Em Morungaba, alunos e alunas do Grupo de Percussão do Polo Regional Jundiaí tocarão as músicas Eleanor Rigby, de John Lennon e Paul McCartney; Marcha Cumbia, de Vic Firth; Tom tom Foolery, de Alan Abel; Bayport Sketch, de Jared Spears), Scherzo, de Saul Goodman; e Samba do Guri, de José Virgínio/Chico Santana e Eduardo Andreatta. Regência do educador Israel dos Santos Nicolau.

Os alunos e alunas da Camerata de Violões de Atibaia seguirão para a cidade vizinha de Nazaré Paulista. Os jovens tocarão as faixas Sábia, de Luís Gonzaga; Assum Preto, de Luís Gonzaga; Xote das Meninas, de Dominguinhos; Uirapuru, de Waldemar Henrique; Bachianinha n°1, de Paulinho Nogueira; Spring Song, de W. A. Mozart; Carinhoso, de Pixinguinha; Barra do Ribeiro, de Guinha Ramires; Safe & Sound, de Taylor Swift; The Imperial March, de John Willians; e o tema do filme Piratas do Caribe, de Hans Zimmer. A apresentação será regida pela educadora Franciele Tamires Cardoso.

A cidade de Jarinu receberá a Camerata de Cordas Dedilhadas de Cabreúva. Sob a regência do educador Edvaldo Luis Sbrissa, os Guris ensaiam as músicas A Caravana Passa, de Othon Filho; Mini Suite Nordestina, de Antônio Guedes; O Trem de Ferro, do folclore brasileiro, com participação especial de Maria Fernanda (flauta doce); Barra do Ribeiro, de Guinha Ramires; The Imperial March, de John Williams; Todos a Mirar, de Anónimo, Duas Guitarras, de Anónimo; Sakura, do folclore japonês; e Requim For Drem, de Clint Mansell.

Nos municípios de Jarinu e Nazaré Paulista também haverá performance de grupos locais após a apresentação dos Guris.

Serviço: Guri Visita
Morungaba – Grupo de Percussão de Jundiaí

Data: dia 2/10
Horário: às 15h
Local: Teatro Municipal
Endereço: R. Pereira Cardoso, 377, Morungaba/SP

Nazaré Paulista – Camerata de Violões de Atibaia
Data: dia 3/10
Horário: às 15h
Local: Escola Municipal Monsenhor Afonso
Endereço: Rod. Juvenal Ponciano de Camargo, 62, Nazaré Paulista/SP

Jarinu – Camerata de Cordas Dedilhadas de Cabreúva
Data: dia 6/10
Horário: às 15h
Local: Salão Adonai
Endereço: Av. Arthur Bernardes, 73, Centro, Jarinu/SP

Todos os eventos são gratuitos e abertos ao público

Apoio: Prefeitura Municipal de Morungaba, Prefeitura Municipal de Nazaré Paulista e Prefeitura Municipal de Jarinu.

Projeto Guri www.projetoguri.org.br

Patrocinadores e apoiadores do Projeto Guri – Amigos do Guri: Instituto CCR por meio da CCR AutoBAn e CCR SPVias, SABESP, SKY, CTG, EMS, Microsoft, Usina Colorado, Caterpillar, Supermercados Tauste, Capuani, Grupo BB e Mapfre, Pinheiro Neto, WestRock, VALGROUP, Banco Votorantim, Mercedes Benz, Catho, Hasbro, Cipatex, PPE Fios, Grupo Maringá, Raízen, Castelo Alimentos, Arteris e Cremer.

Sobre o Projeto Guri
Mantido pela Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, o Projeto Guri é considerado o maior programa sociocultural brasileiro e oferece, nos períodos de contraturno escolar, cursos de iniciação musical, luteria, canto coral, tecnologia em música, instrumentos de cordas dedilhadas, cordas friccionadas, sopros, teclados e percussão, para crianças e adolescentes entre 6 e 18 anos. Mais de 49 mil alunos são atendidos por ano, em quase 400 polos de ensino, distribuídos por todo o estado de São Paulo. Os mais de 330 polos localizados no interior e litoral, incluindo os polos da Fundação CASA, são administrados pela Amigos do Guri, enquanto o controle dos polos da capital paulista e Grande São Paulo fica por conta de outra organização social. A gestão compartilhada do Projeto Guri atende a uma resolução da Secretaria que regulamenta parcerias entre o governo e pessoas jurídicas de direito privado para ações na área cultural. Desde seu início, em 1995, o Projeto já atendeu cerca de 650 mil jovens na Grande São Paulo, interior e litoral.

Sobre a Amigos do Guri

A Amigos do Guri é uma organização social de cultura que administra o Projeto Guri. Desde 2004, é responsável pela gestão do programa no litoral e no interior do estado de São Paulo, incluindo os polos da Fundação CASA. Além do Governo de São Paulo – idealizador do projeto –, a Amigos do Guri conta com o apoio de prefeituras, organizações sociais, empresas e pessoas físicas. Instituições interessadas em investir na Amigos do Guri, contribuindo para o desenvolvimento integral de crianças e adolescentes, têm incentivo fiscal da Lei Rouanet e do Fundo Municipal da Criança e do Adolescente (FUMCAD). Pessoas físicas também podem ajudar. Saiba como contribuir: www.projetoguri.org.br/faca-sua-doacao.