Indaiatuba: Imagine seleciona Arthur Endo, Lau e Eu e Quarteto de Trombone MB


imagine - final - indaiatuba

Quarteto de Trombone MB, Lau e Eu e Arthur Endo são os finalistas do Imagine Brazil, em Indaiatuba

O Imagine Brazil, festival realizado pela Organização Social de Cultura Amigos do Guri – gestora do Projeto Guri no interior e litoral do Estado – apresentou no sábado (25) a última semifinal do evento, em Indaiatuba. Ao todo, foram dez apresentações, entre grupos e solistas, com estilos musicais variados. Conforme a avaliação dos jurados, o grupo Quarteto de Trombone MB e os solistas Lau e Eu e Arthur Endo foram selecionados para a grande final, que acontecerá no próximo sábado, dia 2 de dezembro, em São Paulo, capital.

O Quarteto de Trombone MB, de Bragança Paulista, deu um show de apresentação instrumental. Formado por Ryan Arantes (15 anos), Jeniffer Coresma (17 anos), Rafael Capozzoli (16 anos) e Welison de Araújo (16 anos), os jovens apresentaram as músicas Cantos Nordestinos e Estou Por Baixo, ambas escritas por Gilberto Gagliard. “Participar do Imagine está sendo uma experiência incrível, além de muito gratificante. Nos sentimos acolhidos e confortáveis para apresentar nossa música. O festival nos incentivou muito e ter vencido essa semifinal mostrou que todo comprometimento com o estudo valeu muito a pena”, disse o jovem Ryan. A plateia foi à loucura quando o mestre de cerimônia do festival, o rapper Max B.O., pegou o documento de pessoas presentes para fazer suas rimas improvisadas. O solista Lauckson Melo, de 19 anos, que se apresentou como Lau e Eu, divertiu a plateia com suas músicas autorais bem particulares, como Amor, Cê Me Fudeu, Café Frio, nome do seu primeiro EP, e Dentro do Meu Peito Mora Um Cão. Entre uma música e outra, o jovem mostrou as possibilidades de tocar diversas canções, inclusive funk, com apenas um arranjo e o público riu bastante. “Foi massa participar do Imagine. Nem imaginava que seria escolhido para a final. Fiz um improviso na hora e, pelo visto, o pessoal gostou”, contou Lau. Com finalistas de estilos musicais totalmente diferentes, o Imagine Brazil pôde contar com a habilidade de Arthur Endo, de 21 anos, que encantou os jurados e os presentes tocando violão e demonstrando todo o amor pela música. De São Paulo, capital, o jovem apresentou Malandro Descendo o Morro, de Raphael Rabello; Rosa, de Pixinguinha e Conversa de Baiana, de Dilermando Reis. “Como costumo tocar em restaurantes, onde muitas vezes as vozes das conversas encobrem o som do violão, tocar e ser escutado em um ambiente como o do festival, ainda por cima com o reconhecimento do júri, me relembra que o que tenho a dizer importa. O Imagine tem sido uma oportunidade de evolução, de potencialização do projeto artístico que venho desenvolvendo ao longo dos últimos anos. O contato com músicos de diferentes gêneros, cada qual com sua história a ser contada, também tem sido extremamente enriquecedor para mim, tanto como músico quanto como pessoa”, finalizou Arthur. Agora, todos os 12 finalistas preparam-se para a final em São Paulo/SP, dia 2 de dezembro, às 18h, no Teatro Arthur Azevedo. Prêmios e grandes experiências de carreira Os 12 escolhidos para a grande final contarão com vivências inéditas, workshops e masterclasses com profissionais da cena musical brasileira de diversas especialidades. Serão atividades voltadas ao desenvolvimento artístico, entre elas o gerenciamento de carreira, a performance de palco, práticas coletivas de música e produção. O vencedor ou vencedora do Imagine Brazil 2017 receberá um prêmio de R$ 2.000 para investir na carreira artística. Também irá participar, com todas as despesas pagas, da grande final internacional do festival em 2018, na Europa, concorrendo com representantes de vários países. Patrocinadores: Expresso Jundiaí, Glovis, Grupo Maringá, Plastek do Brasil, Marilan, Supermercados Rondon e Elantas. Apoio de mídia: SBT Interior Sobre a Amigos do Guri A Amigos do Guri é uma organização social de cultura que administra o Projeto Guri. Desde 2004, é responsável pela gestão do programa no litoral e no interior do estado de São Paulo, incluindo os polos da Fundação CASA. Além do Governo de São Paulo – idealizador do projeto –, a Amigos do Guri conta com o apoio de prefeituras, organizações sociais, empresas e pessoas físicas. Instituições interessadas em investir na Amigos do Guri, contribuindo para o desenvolvimento integral de crianças e adolescentes, têm incentivo fiscal da Lei Rouanet e do Fundo Municipal da Criança e do Adolescente (FUMCAD). Pessoas físicas também podem ajudar. Saiba como contribuir: www.projetoguri.org.br/faca-sua-doacao.