Orquestra Sinfônica do Guri de Presidente Prudente realize quatro concertos em junho


20230714_Concerto Orquestra Sinfonica de Presidente Prudente com Diego Guzman_porBruno Fernandes_baixa323

A Orquestra Sinfônica do Guri de Presidente Prudente (foto) realiza quatro apresentações no mês de junho: dia 6, às 16h, no Centro de Formação Educacional – CEFE, em Junqueirópolis/SP; dia 18, às 15h, no Teatro Municipal José Silva, em Martinópolis/SP; dia 23, às 17h, no Teatro Paulo Roberto Lisboa, em Presidente Prudente/SP; e dia 25, às 15h, Teatro Municipal Ophélia Sozzi de Godoy, em Regente Feijó/SP. Todas as apresentações são gratuitas. O Guri é um programa de educação musical da Secretaria da Cultura, Economia e Indústria Criativas do Governo do Estado de São Paulo, gerido pela Santa Marcelina Cultura.

Sob a regência de Marlon Camatari, o repertório traz as obras Un relato sobre Camila – Prelúdio Sinfônico, de Claudia Montero; Suíte Vila Rica, de Camargo Guarnieri, Sinfonia Inacabada, de Franz Schubert, e Huapango, de José Carlos Moncayo Garcia. A Orquestra Sinfônica do Guri de Presidente Prudente tem patrocínio Master da CTG Brasil, além de parceria com a Prefeitura Municipal de Presidente Prudente. O Polo Regional Presidente Prudente conta também com o patrocínio Prata Sicoob e CART SP e apoio cultural de Sicoob Credivale.  O Polo Junqueirópolis tem patrocínio Bronze de Distribuidora de Alimentos Ikeda. Os polos Martinópolis e de Regente Feijó contam com a parceria da Prefeitura Municipal de Martinópolis e Regente Feijó, respectivamente.   

Marlon Camatari, regente do grupo, iniciou seus estudos musicais aos 9 anos de idade no Guri de Presidente Bernardes. Em 2003 ingressou como trompetista na Orquestra Sinfônica Municipal de Presidente Prudente, onde atuou até 2009. No mesmo ano, foi aprovado na prova para músico trompetista da Orquestra Sinfônica da Universidade Estadual de Londrina-PR (OSUEL). Foi semifinalista dos Programas Pré-estreia (2012) e Prelúdio (2015), da TV Cultura. Em 2015, gravou seu primeiro CD junto ao Violonista Anderson Chizzolini. É educador do Guri desde 2006, onde, além das aulas de instrumento, desenvolve um trabalho como Regente de Orquestra e Banda. Também é professor da Trompete da Brass Band Municipal de Regente Feijó desde 2008 e regente da Banda Musical de Concerto de Presidente Bernardes desde 2013.

Orquestra Sinfônica do Guri de Presidente Prudente

A orquestra sinfônica é a mais complexa formação instrumental da música ocidental. Em suas fileiras, ela combina naipes de diferentes famílias – cordas (violino, viola, violoncelo e contrabaixo), madeiras (flauta, clarinete, fagote e oboé), metais (trompa, trompete, tuba e trombone) e percussão. Sua forma, porém, é flexível, e pode mudar de acordo com o repertório. É comum que orquestras alterem sua formação ao longo de um concerto, atendendo a exigências de cada peça, podendo adicionar ou suprimir instrumentos ou até seções inteiras. A Orquestra Sinfônica do Guri de Presidente Prudente foi criada em 2012 e executa obras do período barroco ao contemporâneo. Se apresentou com Jean Reis, Arthur Barbosa e Ariel Britos. Tocou na abertura do Festival de Inverno de Presidente Prudente (SP) e no Festival de Inverno de Londrina (PR). Em 2021 recebeu orientações de Eliane Tokeshi e Fábio Presgrave na produção audiovisual da obra’ Palladio’, de Karl Jenkins. Em 2022, foi regida por Alba Bonfim.

Sobre os Grupos Musicais

Os Grupos Musicais são conjuntos responsáveis pela difusão artístico-musical do programa, reúnem alunos e alunas de diferentes cidades e realizam ações específicas com regentes e artistas convidados(as), visando a ampliação da experiência cultural e a sedimentação do aprendizado obtido nos cursos regulares.

Com diferentes formações, os 29 Grupos Musicais são constituídos por orquestras sinfônicas, orquestras de cordas, bandas sinfônicas, big bands, cameratas de cordas, cameratas de violões, regional de choro, grupo de música instrumental brasileira, percussão e corais (infantil, juvenil e familiar).


ORQUESTRA SINFÔNICA DO GURI DE PRESIDENTE PRUDENTE
Marlon Camatari, regência

PROGRAMA
CLAUDIA MONTERO (1962-2021)
Un relato sobre Camila – Prelúdio Sinfônico

CAMARGO GUARNIERI
Suíte Vila Rica

FRANZ SCHUBERT

Sinfonia Inacabada

Data: 06 de junho, quinta-feira, às 16h
Local: Centro de Formação Educacional – CEFE
Endereço: Praça Álvaro de Oliveira Junqueira, Centro – Junqueirópolis/SP

Data: 18 de junho, terça-feira, às 15h
Local: Teatro Municipal José Silva
Endereço: Rua Vicente Pellegrini, 400, Vila Alegre – Martinópolis/SP

Data: 23 de junho, domingo, às 17h
Local: Teatro Paulo Roberto Lisboa
Endereço: Rua Quintino Bocaiúva, 749, Vila Marcondes – Presidente Prudente/SP

Data: 25 de junho, terça-feira, às 15h
Local: Teatro Municipal Ophélia Sozzi de Godoy
Endereço: Rua José Gomes, s/nº, Vila Nova – Regente Feijó/SP

Todos os concertos são gratuitos.

A Orquestra Sinfônica do Guri de Presidente Prudente tem patrocínio Master da CTG Brasil, além de parceria com a Prefeitura Municipal de Presidente Prudente. O Polo Regional Presidente Prudente conta também com o patrocínio Prata Sicoob e CART SP e apoio cultural de Sicoob Credivale.  O Polo Junqueirópolis tem patrocínio Bronze de Distribuidora de Alimentos Ikeda. Os polos Martinópolis e Regente Feijó contam com a parceria da Prefeitura Municipal de Martinópolis e de Regente Feijó, respectivamente.   

Patrocinadores da Santa Marcelina Cultura – O Guri conta com o patrocínio Master: CTG Brasil, Bank of America; Ouro: Supermercados Tauste, Chiesi, Arteris, Cipatex, Novelis, Tintas Maza; Prata: BASF, Verzani & Sandrini, Ultra, Instituto Center Norte, Grupo Colorado, Sicoob, CART SP, Capuani, Indústrias Colombo, Usina Santa Maria, Valgroup; Bronze: Grupo Maringá, Adufértil, MRS, Agibank, Frikokar, Distribuidora de Alimentos Ikeda, ACIF Franca; e Apoio Cultural: Cocamar, Usina, Ipiranga, Mercedes-Benz, Tegma, Castelo Alimentos e Pirelli,  por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura, e são uma realização da Santa Marcelina Cultura, Secretaria da Cultura, Economia e Indústria Criativas de São Paulo, Governo do Estado de São Paulo, Ministério da Cultura e Governo Federal.

___________________________________________________________________________

Sobre o Guri

Referência na formação musical, o Guri é um programa do Governo do Estado de São Paulo, gerido pela Santa Marcelina Cultura. Dispõe, gratuitamente, de mais de 70 mil vagas para crianças e adolescentes por ano e está presente em mais de 400 polos de ensino no estado de São Paulo. O programa oferece educação musical, arte e cultura. Além dos Cursos Regulares (Iniciais e Sequenciais), mantém atividades extracurriculares, Cursos Livres (como cursos Modulares, Iniciação Musical para Adultos e Luteria), Guri 4.0 (que inclui os cursos EaD), Guri na Escola e Grupos de Polo. E, para quem deseja aprimorar os desafios artísticos e pedagógicos, tem ainda Grupos Musicais. Desde sua criação, em 1995, o programa já beneficiou (e segue beneficiando) mais de 1 milhão de crianças e adolescentes, além de suas famílias e comunidades.

 

Santa Marcelina Cultura

Fundada em 2008, a Santa Marcelina Cultura é uma associação sem fins lucrativos, qualificada como Organização Social de Cultura pelo Governo do Estado de São Paulo. Eleita a melhor ONG de Cultura de 2019, além de ter entrado na lista das 100 Melhores ONGs em 2019 e 2020, a Santa Marcelina Cultura atua com a missão de formar pessoas por meio dos programas: Hospitais Musicais, Conexões Internacionais, Guri, Escola de Música do Estado de São Paulo – Tom Jobim (EMESP Tom Jobim) e Theatro São Pedro. Todas as atividades realizadas pela instituição são pautadas por seus três pilares de atuação: Formação Musical, Difusão Artística e Trabalho Social.  O objetivo Santa Marcelina Cultura é desenvolver um ciclo completo de formação musical integrado a um projeto de inclusão sociocultural, promovendo a formação de pessoas para a vida e para a sociedade. No Theatro São Pedro, a organização vem desenvolvendo um trabalho voltado a montagens operísticas profissionais de qualidade aliado à formação de jovens cantores e instrumentistas para a prática e o repertório operístico, além de se debruçar sobre a difusão da música sinfônica e de câmara com apresentações regulares no espaço. Para acompanhar a programação artístico-pedagógica da instituição, baixe o aplicativo da Santa Marcelina Cultura. A plataforma está disponível para download gratuito nos sistemas operacionais Android, na Play Store, e iOS, na App Store. Para baixar o app, basta acessar a loja e digitar na busca “Santa Marcelina Cultura”.

 

Postagens relacionadas