Jovens de Moçambique, Malawi e Noruega participam de intercâmbio no Guri


IMG_0219

Valentino, Calisto, Waliko, John, Kristoffer e Hannah são os novos intercambistas do MOVE em temporada no Projeto Guri. Crédito: Daniel Quirino

O Projeto Guri – maior programa sociocultural brasileiro, mantido pela Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo – recebeu no dia 28 de agosto seis novos intercambistas do MOVE, Musicians and Organizers Volunteer Exchange, programa criado pela organização parceira JM Norway e promovido no Brasil pela Amigos do Guri – uma das gestoras do Projeto Guri.

Vindos de Moçambique, Malawi e Noruega, os jovens Valentino Salimo, Calisto Ricardo, Waliko Gondwe, John Mchiswe, Kristoffer Dokka e Hannah Larsen, ficarão durante 10 meses no Brasil, hospedados em São Carlos e São José dos Campos, no interior de São Paulo. Os jovens participarão das atividades do Projeto Guri na região, ensinando ritmos musicais característicos de seus países de origem e trocando experiências culturais que agreguem ainda mais conhecimento às aulas, com diferentes instrumentos.

São Carlos

De Moçambique

  • Valentino, 24 anos, desenvolveu interesse pela música quando começou a frequentar a igreja. Em 2011, teve seu primeiro contato com o piano, mas depois de dois anos começou a se interessar pelo violão e baixo elétrico, quando começou a fazer aulas com um professor que foi sua inspiração para aprender o violão acústico. “Quero ser conhecido como músico e poder viver do meu talento e ensinar outras pessoas. Vou aproveitar essa oportunidade para ensinar ritmos culturais de Moçambique”, disse Valentino.

Do Malawi

  • Waliko, 23 anos, tem formação em música pelo Music Crossroads Malawi, mas sua especialidade é como vocalista e guitarrista. Além de cantar, ele também gosta de dançar e se divertir. “Adoro tocar guitarra, cantar, compor canções sobre o amor, sobre a vida e fazer novos amigos”, contou.

Da Noruega

  • Kristoffer, 26 anos, é saxofonista, guitarrista e ministra aulas de música para crianças na Noruega, na cidade de Rånåsfoss. Ele desenvolveu o talento pela música quando começou a tocar numa banda da escola, ainda na adolescência, aos 14 anos. Estudou jazz na Universidade de Stavanger e fez apresentações com diferentes bandas em eventos como casamentos e aniversários. “Estou ansioso para chegar em São Carlos, conhecer novas pessoas e compartilhar experiências musicais em um país totalmente diferente”, disse Dokka.

São José dos Campos

De Moçambique

  • Calisto, 22 anos, é da Província de Inhambane, em Moçambique e toca bateria. Ele se interessou pela música aos 7 anos quando começou a imitar o baterista da igreja onde frequentava. “Estou muito animado com o MOVE, pretendo ensinar as crianças do Projeto Guri com todo amor e carinho sobre os ritmos africanos na bateria e também quero aprender mais sobre música brasileira”, disse o jovem.

Do Malawi

  •  John, 22 anos, toca piano e contrabaixo. Ele também apresentou seu talento no Music Crossroads Malawi, em 2016. Gosta de se divertir, fazer novos amigos, assistir filmes de comédia e, nas horas vagas, quando não está tocando na igreja, ele se apresenta com sua banda. “Quero ensinar o que eu sei de melhor sobre música e, claro, aprender com o Projeto Guri”, ressaltou o músico.

Da Noruega

  • Hannah, 19 anos, é de Sandefjord, na Noruega e toca trompete há 11 anos. Na escola, teve a oportunidade de aprender piano, canto, técnicas de composição, atuação, teoria da música, entre outros temas. Geralmente se apresenta em uma banda e gosta de ensinar músicos mais jovens a tocar trompete. “Acredito que este intercâmbio me dará a oportunidade de crescer como pessoa e, ao mesmo tempo, como musicista. Estou ansiosa para aprender português, dar início aos projetos, conhecer o Brasil e o Projeto Guri”, contou.

Durante a estadia dos intercambistas no Brasil, os alunos no Projeto Guri receberão instruções relevantes sobre diferentes ritmos e técnicas musicais utilizadas em diversos instrumentos. Já os participantes do MOVE, além de integrar os festivais, poderão desenvolver workshops, concertos e outras atividades de aprimoramento musical com os brasileiros.

Sobre o MOVE

O MOVE (Musicians and Organizers Volunteer Exchage) é um programa de intercâmbio criado pela JM Norway, membro da JMI – Jeunesses Musicales International (associação sediada na Bélgica que reúne diversas organizações musicais em cerca de 70 países), em parceria com a instituição musical Music Crossroads, do Malawi e de Moçambique. Seu objetivo é o desenvolvimento da prática musical internacional.

Quatorze brasileiros já participaram do intercâmbio entre essas instituições: Jassá Aquino e Aydan Schmidt visitaram a Noruega no primeiro semestre de 2016, período em que os colegas Eduardo Scaramuzza e Ananda Miranda estiveram no Malawi. Em 2017, a Noruega recebeu Guilherme dos Santos e Thales Simões Martins; no Malawi ficou Elias Matarazzo e Vitor Lyra Biagioni. Atualmente, temos três intercambistas no exterior: Gabriel dos Santos e Karoline Ribas, no Malawi; Renan Dias e Marcelo Brito, em Moçambique; e Cintia Galan e Igor Crecci, na Noruega.

Membro da JMI desde 2012, a Amigos do Guri também recebe os intercambistas: em 2016, estiveram aqui os noruegueses Ellen-Martine e Nikolai Gmachl-Pammer; e os moçambicanos Lalah Mahigo e Vando Infante. Em 2017 foi a vez dos moçambicanos Engristia Irina e Tiger Massuco, além dos noruegueses Sandra Skroedal e Ole Berget.

Projeto Guri
www.projetoguri.org.br

Patrocinadores e apoiadores do Projeto Guri – Amigos do Guri: GRUPO BB E MAPFRE, Instituto CCR e CCR AutoBAn, Microsoft, Banco Votorantim, Duke Energy, ValGroup, EMS, Banco Safra, Capuani, CCR SPVias, Mercedes Benz, Supermercados Tauste, CODESP, Unimed Rio Preto, Grupo Maringá, Pinheiro Neto, Catho, Magazine Luiza, Cipatex, PPE Fios, Castelo Alimentos, Arteris, Grupo GR e Inforshop.