Grupo Vento em Madeira encanta plateia do Projeto Guri


Projeto Guri recebeu uma série de workshows com o grupo Vento em Madeira. Chamado de Vento em Madeira – Universidades, o programa investe na formação do público e na divulgação da música autoral instrumental. A atividade didática e gratuita foi desenvolvida com os alunos do Guri, mas contou com a presença de outros integrantes da comunidade interessados no estudo da música.

Em todas as atividades, estiveram presentes crianças, jovens, pais, autoridades, educadores e outros músicos. Apesar da plateia bastante heterogênea, o grupo foi atencioso com todos os presentes, respondendo às perguntas com simpatia e didática, das demandas mais básicas até as mais técnicas. A qualidade dos workshows prenderam a atenção da moçada do começo ao fim.

As aulas, ocorreram no interior e litoral do Estado em quatro datas, sempre às 14h:
dia 14/2, em Piedade
dia 15/2, em Piracicaba
dia 20/2, em Lorena
dia 23/2, em São Vicente

A iniciativa dá continuidade à parceria firmada com o grupo em 2016, quando o Vento Madeira se apresentou em Jundiaí (9/11) e em São Carlos (29/11).

Originalmente criado pelos compositores Léa Freire e Teco Cardoso, o quinteto Vento em Madeira surgiu na década de 1970 e reuniu, desde então, nomes de destaque da cena instrumental brasileira. Atualmente, é formado pelo pianista, compositor e arranjador Tiago Costa; por Fernando Demarco, contrabaixista que retorna ao Brasil após longa temporada na Europa; pelo percussionista e compositor Edu Ribeiro; e pelos flautistas Léa Freire e Teco Cardoso (também no saxofone). Além do trabalho autoral, o grupo homenageia grandes compositores brasileiros.

Veja como foi: