Em breve: segunda edição do Ethno Brazil reúne jovens músicos de 10 países


Ethno Brazil 2

Apresentação do Ethno Brazil 2018, no parque Vicentina Aranha,
em São José dos Campos/SP

Pela segunda vez no País, o festival Ethno Brazil reunirá jovens do mundo inteiro, entre 18 e 30 anos. O evento ocorrerá na Fazenda Serrinha, em Bragança Paulista/SP, entre os dias 1º e 13 de agosto, com 25 músicos de 10 países, incluindo o Brasil.

O festival Ethno Brazil é promovido pela JMI – Jeunesses Musicales International, instituição que fomenta o evento em 18 países, em parceria com a Amigos do Guri, que administra o Projeto Guri no interior e litoral do Estado de São Paulo. Os eleitos para o evento, inscritos pelo site entre os meses de abril e maio, ficarão reunidos durante 13 dias para práticas coletivas de música, oficinas e shows, sob a supervisão de dois líderes artísticos: Suchet Malhotra (Índia) e Carlinhos Antunes (Brasil).

Os objetivos do festival são preservar a cultura tradicional dos diversos países, facilitar a mobilidade de jovens músicos e celebrar jovens talentos em um ambiente inclusivo e democrático para criação e performance musical. Enquanto dividem o mesmo espaço, os participantes partilham músicas, tradições e culturas. Juntos, fazem workshops nos quais uns ensinam aos outros as canções tradicionais de seu país.

Após essa imersão, os músicos mostrarão o resultado dos seus dias de convivência em quatro shows: No dia 9/8, eles se apresentam no Galpão Busca Vida, em Bragança Paulista, às 20h; no dia 10/8, estarão em São Paulo, no Auditório Ibirapuera, às 19h; em 11/8, tocam no Teatro Municipal de Cerquilho, às 15h e, em 12/8, encerram o ciclo de apresentações no Teatro Municipal de Sorocaba, às 15h. Todas as apresentações são gratuitas.

A primeira edição do evento ocorreu em 2018 e reuniu músicos do Brasil, Moçambique, Congo, Argélia, Alemanha, França, Chile, Argentina e Colômbia. O grupo apresentou-se em quatro cidades do Estado de São Paulo, inclusive em show emblemático no vão livre do MASP – Museu de Arte de São Paulo.

Serviço: Ethno Brazil 2019

9/8, às 20h – Galpão Busca Vida
Estrada da Serrinha, km 3, - Bragança Paulista/SP

10/8, às 19h – Auditório Ibirapuera
Parque do Ibirapuera.  Av. Pedro Álvares Cabral, s/nº – São Paulo/SP

11/8, às 15h – Teatro Municipal de Cerquilho
R. Ângelo Luvizotto – Cerquilho/SP

12/8, às 15h – Teatro Municipal de Sorocaba
Av. Eng. Carlos Reinaldo Mendes, s/nº – Sorocaba/SP

Todas as apresentações são gratuitas

Mais informações: http://www.ethnobrazil.org.br

Sobre o Projeto Guri
Mantido pela Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo, o Projeto Guri é o maior programa sociocultural brasileiro e oferece, nos períodos de contraturno escolar, cursos de iniciação musical, luteria, canto coral, tecnologia em música, instrumentos de cordas dedilhadas, cordas friccionadas, sopros, teclados e percussão, para crianças e adolescentes entre 6 e 18 anos (até 21 anos nos Grupos de Referência e na Fundação CASA). Cerca de 50 mil alunos são atendidos por ano, em quase 400 polos de ensino, distribuídos por todo o estado de São Paulo. Os mais de 330 polos localizados no interior e litoral, incluindo os polos da Fundação CASA, são administrados pela Amigos do Guri, enquanto o controle dos polos da capital paulista e Grande São Paulo fica por conta de outra organização social. A gestão compartilhada do Projeto Guri atende a uma resolução da Secretaria que regulamenta parcerias entre o governo e pessoas jurídicas de direito privado para ações na área cultural. Desde seu início, em 1995, o Projeto já atendeu mais de 770 mil jovens na Grande São Paulo, interior e litoral.

Sobre a Amigos do Guri
Eleita a Melhor ONG de Cultura de 2018, a Amigos do Guri administra o Projeto Guri. Desde 2004, é responsável pela gestão do programa no litoral e no interior do estado de São Paulo, incluindo os polos da Fundação CASA. Além do Governo de São Paulo, a Amigos do Guri conta com o apoio de prefeituras, organizações sociais, empresas e pessoas físicas. Instituições interessadas em investir na Amigos do Guri, contribuindo para o desenvolvimento integral de crianças e adolescentes, têm incentivo fiscal da Lei Rouanet e do Fundo Municipal da Criança e do Adolescente (FUMCAD). Pessoas físicas também podem ajudar. Saiba como contribuir: www.projetoguri.org.br/faca-sua-doacao.