Cinco Guris assinam a codireção do videoclipe de Zeca Baleiro


animação 3 - pequena

Codiretores mirins na Zoe Films

“Tente o Impossível”, desafia o quinteto batuta convidado para fazer a codireção do videoclipe da música Ijexá, de Zeca Baleiro – composta especialmente para o Projeto Guri. Alunos dos polos de Sorocaba e Jundiaí, as crianças fizeram a história, os desenhos, atuaram, dirigiram e supervisionaram o processo criativo. A frase instigante aparece só no final, mas simboliza uma trajetória fabulosa que teve início durante as aulas, envolveu o renomado estúdio da Gargolândia, seguiu para a Zoe Films e ficará disponível para quem quiser conferir.       

O processo começou com o convite para que alunos dos polos Sorocaba e Jundiaí, com perfil criativo e participativo, se candidatassem às 5 vagas de codiretores mirins. A partir disso os alunos dos dois polos puderam votar nos colegas que gostariam de ver participando do videoclipe.

Na capital paulista, as crianças selecionadas se reuniram e as ideias começaram a brotar. Com a incumbência de criar uma história, o grupo inventou a saga de dois amigos de infância, Zeca e Baleiro, que tiveram destinos diferentes. Na trama há também uma bailarina, uma modelo e um jogador de futebol. Em uma das cenas, Zeca, de boa na praça, ouve uma música e se inspira na criação da composição Ijexá.

“Nós vamos atuar e dirigir. Mas a história não é verídica, nós inventamos”, conta Davi Souza Heg de Oliveira, em tom austero, no sofá de entrada da sede do Guri. Divertido, fofo e empolgadíssimo, o grupo teve a história respeitada e coube ao Guri embarcar (feliz da vida) na maluca jornada.

Nos dias 26 e 27 de junho, as crianças filmaram no estúdio da Gargolândia, em Alambari, local onde foi gravado o áudio da música pelo Grupo de Referência de Bauru – Banda de Música e Coro de Piracicaba, além do próprio Zeca Baleiro. No dia 6 de julho, de volta à capital paulista, o quinteto deve aprovar – ou não – o resultado final produzido pela Zoe Films.

 

27.6.2016_Gravação_videoclipe_Ijexá - 10

Na Gargolândia, durante a filmagem do videoclipe

Confira o que eles disseram:

“Viemos aqui para ver se está tudo certo com o storyboard. Se está de acordo com as ideias que nós apresentamos. Eu serei um garoto que sonha ser jogador de futebol.” Davi Souza Heg de Oliveira, 12 anos, aluno de saxofone e coral no Polo Regional Jundiaí.

“Minha família toda é fã do Zeca Baleiro. Estou muito empolgada para conhecê-lo pessoalmente. Já tenho uma lista de pessoas que pediram autógrafo. Na minha primeira participação em um videoclipe eu serei uma menina que sonha ser modelo.”  Joyce Mamedio Zacharcuk, 11 anos, aluna de violino no Polo Regional Jundiaí.

“Eu faço o Baleiro, da dupla com o Zeca. Um dia o Baleiro precisa mudar de cidade e só o Zeca seguirá carreira”. David Cauã de Campos Barros Manuel, 11 anos, aluno de violino no Polo Regional Sorocaba.

“É uma experiência nova que o Guri está nos proporcionando. A parte mais difícil foi incluir os Grupos de Referência na história que já estava pronta”. Marina Vieira Garcia, 13 anos, aluna de percussão no Polo Regional Sorocaba.

“Farei o Zeca, mas não igualzinho a ele (o artista). Eu sou o único que não dirige o clipe, pois estou em quase todas as cenas. Fiz o primeiro cenário, com árvore, casa e laguinho. Também fiz o desenho em que ele está triste, pois os amigos não querem que ele seja cantor”. Flávio Cervekow Pacelli Azzola de Souza, 11 anos, aluno de Clarinete no Polo Regional Sorocaba.

 

Primeiro contato dos codiretores mirins com a Zoe Films
Crédito: Mariana Furquim

 

Durante as filmagens, na Gargolândia
Crédito: Mariana Furquim